Skip to content

Se não é visto, não é lembrado

Se não é visto, não é lembrado

Petra Vaz
09/12/2021
Ao mesmo tempo que me sinto empoderada neste papel de mãe, capaz de tudo, serena e confiante no que é esperado de mim e no que espero ser e dar também, a verdade é que me sinto tão distante do que fui durante 35 anos que há uma estranheza, um desajuste, uma necessidade de reconhecimento do eu que sou hoje, além, antes e depois de ser mãe.

Poço-mãe

Lúcia Vicente
29/11/2021
Um dia tens nome próprio, sabes quem és, o que gostas de vestir, o que queres no futuro, para no momento a seguir, assim que se torna público que carregas uma vida, passares a ser a mãe.

Reencontro comigo

Ana Jorge
12/11/2021
Sempre fui uma high achiever. Sou incrível por ter dois filhos lindos, mas e o resto? E eu? Voltar ao trabalho foi sempre ponto assente para mim. Além de vivermos numa das cidades mais caras do mundo e precisarmos do dinheiro, eu adoro trabalhar. Mas ia ser só isso? Filhos, trabalho… E sentir-me bem? Sentir-me forte, sentir-me sexy?