Skip to content

Querido filho

Querido filho

Anónimo
24/03/2022
As noites são tramadas. Mas têm um fim. Porque depois, o sol nasce e tu acordas com o teu maior sorriso, dás-me o teu maior abraço e ficamos os dois na caminha enquanto o pai já se levantou e foi trabalhar cheio de sono (e eu cheia de culpa por não conseguir que durmas para o pai deixar de ter as olheiras que tem!).

Só os três

Liliana Monteiro
27/01/2022
Depois desta montanha-russa. Depois de catorze meses e ainda me sentir em pleno pós parto. Depois de tanto tempo e só, muito recentemente, me começar, aos poucos, a sentir mulher, a sentir-me eu. Depois destes catorze meses que parecem três anos decidi que não consigo nem quero passar por outra gravidez, por outro filho.