Skip to content

A primeira

A primeira

Anónimo
13/03/2022
Não as posso culpar. Não sabem por aquilo que estava a passar. Não conseguiam dar-me aquilo que precisava naquele momento e eu já não era a amiga que tinha a disponibilidade de antigamente.

Foi a covid, não foi?

Anónimo
04/01/2022
Há dias em que me sinto tão sozinha, que me agarro ao meu filho e tento procurar nele o carinho das minhas amigas. Vivo atarefada o meu dia a dia, com a escola, com o trabalho, com a casa, com as compras, com a sopa… E sinto muitas vezes que só cá estou a sobreviver.

Maternidade a tempo inteiro

Eva Couteiro
10/10/2021
Ser mãe a tempo inteiro, é levar com olhares, bitaites, recados a tempo inteiro. Sinto-me muito sozinha, muito deslocada, muito chutada para canto. A maior parte dos meus amigos não têm filhos e os que têm, vivem noutros lugares e ainda que tentemos estar juntos, não acontece tanto como todos gostaríamos.

Solidão

Anónimo
11/09/2021
. Os dias passam lentamente rápido, na azáfama das coisas para fazer e do cuidar constante. De repente, olho e já passou mais um dia, mais uma semana, mais um mês… como, se ainda não consegui voltar a ser um bocadinho eu ou para mim?

Adormeceu

Joana von Bonhorst
25/07/2021
Olhas-te nos olhos e nem sabes bem se te reconheces. Estás cansada. E neste milésimo de segundo há uma espécie de filme que corre na tua cabeça – podias fugir, podia nada disto ter acontecido, podias estar com outra pessoa, com várias pessoas, podias estar sozinha a trabalhar noutro país, podias já nem existir, podias estar a dançar numa discoteca com o chão a colar… Estás aqui.

A roda dias

Maria João Nunes
27/05/2021
A verdade é que há um ano e quase três meses os meus dias são uma repetição de si mesmos. Ora com uma, ora com duas crianças. Ora com sol e calor, ora com chuva e frio, os meus dias têm-se resumido a tomar conta de crianças e da casa.

Uma fase

Sara Abreu
14/05/2021
A nossa relação evoluiu para um lugar bonito mas a minha vida sem filhos era boa, livre, e não sentia vontade de mudar isso.